Maria Altina Martins
______________________________________________________________________________________________

O Atelier/Escola inicia em 2002 um espaço de partilha de técnica e criatividade.

Texto, trama, tecido: Reflexões sobre o artista, a arte: Artífice, artefacto, artesanato

Há hoje uma tendência para compartimentar, na prática educativa, os saberes e os conhecimentos, os conceitos e as definições, como se entre as disciplinas não houvesse pontos de contacto, afinidades, tangentes. Urge desbloquear uma didáctica centrada em competências sem conteúdos – nada se pode ensinar e nada se pode aprender quando nada há a dizer, quando nada se leu e viveu... – e é necessário ser claro, provocar a imaginação (criar imaginários), fazer pensar e promover o debate que leve à acção.
A comunicação que faremos versa sobre conceitos, ideias: que é o texto? Em que medida o texto é trama e tecido? O mundo em que vivemos é texto? Que trama o compõe? Que tessitura? De que tecidos se faz a realidade e que relações podemos estabelecer entre a arte – a literária e a do artesanato – e as figuras do artista? O artista (o poeta, o romancista, o tecelão, o escultor, o arquitecto, o pintor, mas também o engenheiro (Álvaro de Campos era engenheiro, por exemplo...) é artífice, produz artefactos. Questionar os limites e as intersecções disciplinares construindo, tanto quanto possível, um tecido interelacional, eis o objectivo da nossa conferência, da qual resultará, esperemos, um amplo debate.

Texto de António Carlos Cortez

Maria Altina Martins | 2013 | Todos os direitos reservados